Resenha | Fome de Poder (The Founder)



Olá, pessoas! Venho hoje com uma resenha de um filme que estava ansiosa há tempos para assistir. Vou falar um pouco sobre "The Founder" ("Fome de Poder" no Brasil), o filme que conta a história de como a rede de fast food McDonald's se tornou esse poderoso império que muitos conhecem hoje em dia.

Em meados dos anos 50 estava na moda as lanchonetes do tipo drive-in, onde as pessoas basicamente encostava seu carro ou outro meio de transporte e uma garçonete vinha te servir e levava a comida em uma bandeja para que se pudesse comer diretamente no conforto do banco do automóvel. Notando esse sucesso, Ray Kroc (Michael Keaton, de "Birdman"), com seus 52 anos, decide investir na distribuição de máquinas capazes de produzir vários milk-shakes em um curto período de tempo. Contudo, seu plano não seguiu como esperado e a cada restaurante e lanchonete que Ray visitava era mais um "não" na sua lista. Sua mulher já não aguentava mais o fracasso das apostas e a única motivação que ele encontrava era no discurso sobre perseverança que ouvia em sua vitrola.



Apesar de não conseguir nenhuma venda, Ray continua tentando e em um de suas ligações para a empresa na qual trabalhava, se deparou com uma demanda muito fora do normal de suas máquinas. Após verificar a veracidade do pedido, Ray é levado pela curiosidade ao sul da Califórnia e lá se deparou com uma fila enorme em frente a lanchonete denominada McDonald's em San Bernardino. A novidade era que diferente das drive-in, a tal lanchonete não servia pessoas em carros, elas que iam até o atendente e faziam seu pedido, que era entregue em questões de segundo. Interessado no novo conceito de preparo, atendimento e sabor, além de poder comer sem a utilização de talheres, Ray fica próximo dos criadores e irmãos Dick McDonald e Mac McDonald e consegue os convencer a gerenciar franquias e transformar o McDonald's em uma rede de lanchonetes ao redor de todos os Estados Unidos.

O filme é uma ótima opção para quem já conhece a grandiosidade do McDonald's mas não sabe muito bem como ele surgiu. É interessante como a direção de arte consegue retratar as lanchonetes da época de forma convincente de que aquilo foi filmado em uma época totalmente diferente da nossa. Somos transportados para o tempo em que serviços como fast-food não existiam e era totalmente novidade.

http://www.icgmagazine.com/web/the-yellow-brick-road/


O roteirista Robert Siegel consegue prender a atenção de quem assiste do começo ao fim, sempre enfatizando algo importante durante o filme e, junto com a atuação muito boa de Michael Keaton como Ray Kroc, nos mostrar que nem tudo foi amigável durante o processo de expansão do McDonald's. Talvez uma das únicas questões que decepciona é o fato de que o filme não consegue nos passar nada além da própria história. É como se tudo que importasse fosse realmente a reviravolta do protagonista.

Com toda minha espera para assistir esse filme, "Fome de Poder" não foi tudo aquilo que eu esperava (especialmente após assistir ao trailer) mas achei interessante conhecer a história por trás do McDonald's e ver como nem toda parceria é maravilhosa.

"Fome de Poder" está em cartaz em vários cinemas do Brasil. Se você se interessou lendo a minha resenha, corre pra assistir!

Espero que tenham gostado! Até mais!

1 comentários:

Cleonildo Lucas disse...

Excelente post parabéns.

Postar um comentário

O que você achou sobre esse post?